Brasil, AP - MEJ

Eliomar Ribeiro, SJ - Director Nacional

Address: Av. Dr. Gentil de Moura, nº 417, Ipiranga, São Paulo – SP, Brasile
Email: eliomarsj@hotmail.com
Web: http://www.apostoladodaoracao.com.br/

Facebook Brasil AO:

Você já fez seu oferecimento do dia? ... See MoreSee Less

16 minutes ago

View on Facebook

Allan Gabriel, Miraelson Vasconcellos and 8 others like this

Jane SoniaAmém, Amém, Amém bom dia? 🕊🕊😘😘🕊😘😇😇😇😇

12 minutes ago
Avatar

Claudirene SouzaAmém!

6 minutes ago
Avatar

Comment on Facebook

23 DE AGOSTO DE 2017 - Liturgia Diária

Leituras do dia comentadas por Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

Clique aqui - goo.gl/fJrD87
... See MoreSee Less

3 hours ago

View on Facebook

Marilia Jaqueline, Elizete Marson Santos and 9 others like this

Elizabeth SantosAmém BOM dia

1 hour ago
Avatar

Comment on Facebook

22 DE AGOSTO – NOSSA SENHORA RAINHA

A festa de hoje, paralela à de Cristo Rei, foi instituída pelo Papa Pio XII, em 1955. Celebrada até a reforma do calendário litúrgico, a 31 de maio, como coroação da devoção mariana do mês a ela dedicado. Para o dia 22 de agosto estava reservada a comemoração do Imaculado Coração de Maria, em cujo lugar entrou a festa de Maria Rainha para aproximar a realeza da Virgem à as gloriosa Assunção ao céu. Este lugar ao lado de Cristo Rei, deriva-lhe de vários títulos, ilustrados por Pio XII na carta encíclica À Rainha do Céu (11 de outubro de 1954): Mãe da Cabeça e dos membros do Corpo místico, augusta soberana e rainha da Igreja, que a torna participante não só da dignidade real de Jesus Cristo, mas também do seu influxo vital e santificador sobre os membros do Corpo místico. O latim regina, como rex, deriva de regere, isto é reger, governar, dominar. Do ponto de vista humano é difícil atribuir a Maria a função de dominadora, ela que se proclamou a serva do Senhor e passou toda a sua vida no mais humilde escondimento. Lucas, nos Atos dos Apóstolos, coloca Maria no meio dos Onze, após a Ascensão, recolhida com eles em oração; mas não é ela que dá ordens, e sim Pedro. E todavia precisamente naquela circunstância ela constitui o vínculo que mantém unidos ao Ressuscitado aqueles homens ainda não robustecidos pelos dons do Espírito Santo. Maria é rainha porque é Mãe de Cristo, o Rei. É rainha porque excede todas as criaturas em santidade: “Ela encerra toda a bondade das criaturas”, diz Dante na Divina Comédia. Todos os cristãos vêem e veneram nela a superabundante generosidade do amor divino, que a cumulou de todos os bens. Mas ela distribui real e maternalmente tudo o que recebeu do Rei, protege com o seu poder os filhos adquiridos em virtude da sua co-redenção, e os alegra com os seus dons, pois o rei determinou que toda graça passe por suas mãos de rainha. Por isso a Igreja convida os fiéis a invocá-la não só com o doce nome de mãe, mas também com aquele reverente de rainha, como no céu a saúdam com felicidade e amor os anjos, os patriarcas, os profetas, os apóstolos, os mártires, os confessores, as virgens. Maria foi coroada com o dúplice diadema de virgindade e de maternidade divina: “O Espírito Santo virá sobre ti, e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra; por isso o Santo que nascer será chamado Filho de Deus”.
... See MoreSee Less

22 hours ago

View on Facebook

Carolina Lisboa, Ewerton Vasconcelos and 23 others like this

Davi DolpiGinger Gandini

14 hours ago
Avatar

Comment on Facebook

Facebook Brasil EYM:

Você já fez seu oferecimento do dia? ... See MoreSee Less

16 minutes ago

View on Facebook

23 DE AGOSTO DE 2017 - Liturgia Diária

Leituras do dia comentadas por Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

Clique aqui - goo.gl/fJrD87
... See MoreSee Less

3 hours ago

View on Facebook

22 DE AGOSTO – NOSSA SENHORA RAINHA

A festa de hoje, paralela à de Cristo Rei, foi instituída pelo Papa Pio XII, em 1955. Celebrada até a reforma do calendário litúrgico, a 31 de maio, como coroação da devoção mariana do mês a ela dedicado. Para o dia 22 de agosto estava reservada a comemoração do Imaculado Coração de Maria, em cujo lugar entrou a festa de Maria Rainha para aproximar a realeza da Virgem à as gloriosa Assunção ao céu. Este lugar ao lado de Cristo Rei, deriva-lhe de vários títulos, ilustrados por Pio XII na carta encíclica À Rainha do Céu (11 de outubro de 1954): Mãe da Cabeça e dos membros do Corpo místico, augusta soberana e rainha da Igreja, que a torna participante não só da dignidade real de Jesus Cristo, mas também do seu influxo vital e santificador sobre os membros do Corpo místico. O latim regina, como rex, deriva de regere, isto é reger, governar, dominar. Do ponto de vista humano é difícil atribuir a Maria a função de dominadora, ela que se proclamou a serva do Senhor e passou toda a sua vida no mais humilde escondimento. Lucas, nos Atos dos Apóstolos, coloca Maria no meio dos Onze, após a Ascensão, recolhida com eles em oração; mas não é ela que dá ordens, e sim Pedro. E todavia precisamente naquela circunstância ela constitui o vínculo que mantém unidos ao Ressuscitado aqueles homens ainda não robustecidos pelos dons do Espírito Santo. Maria é rainha porque é Mãe de Cristo, o Rei. É rainha porque excede todas as criaturas em santidade: “Ela encerra toda a bondade das criaturas”, diz Dante na Divina Comédia. Todos os cristãos vêem e veneram nela a superabundante generosidade do amor divino, que a cumulou de todos os bens. Mas ela distribui real e maternalmente tudo o que recebeu do Rei, protege com o seu poder os filhos adquiridos em virtude da sua co-redenção, e os alegra com os seus dons, pois o rei determinou que toda graça passe por suas mãos de rainha. Por isso a Igreja convida os fiéis a invocá-la não só com o doce nome de mãe, mas também com aquele reverente de rainha, como no céu a saúdam com felicidade e amor os anjos, os patriarcas, os profetas, os apóstolos, os mártires, os confessores, as virgens. Maria foi coroada com o dúplice diadema de virgindade e de maternidade divina: “O Espírito Santo virá sobre ti, e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra; por isso o Santo que nascer será chamado Filho de Deus”.
... See MoreSee Less

22 hours ago

View on Facebook