No próximo dia 8 de fevereiro, a Rede Mundial de Oração do Papa e o Movimento Eucarístico Juvenil unem-se numa grande rede de solidariedade com Igrejas, ONG’s e crentes de diversas religiões para sensibilizar, denunciar e rezar pela erradicação global deste crime que afeta a tantas pessoas.

O Papa Francisco denunciou com vigor esta situação: «O tráfico de pessoas é um crime contra a humanidade. Devemos unir esforços no sentido de libertar as vítimas e de deter este crime cada vez mais agressivo, que ameaça não só as pessoas como também os valores fundamentais da sociedade, além da segurança e da justiça internacionais, da economia, do tecido familiar e da própria vida social» (12 dezembro 2013).

A preocupação de Papa Francisco concretizou-se através de várias ações e iniciativas levadas a cabo pelos Dicastérios do Vaticano. No dia 8 de fevereiro de 2015 celebrou-se a memória de Santa Josefina Bakhita que, depois de ter sido sequestrada em criança no Sudão, foi vendida como escrava e enviada para Itália. Na ocasião, Francisco instou os governos a combaterem as causas do tráfico de pessoas, convidando-nos a reconhecer que se trata de um fenómeno global que “excede a competência de qualquer comunidade ou país, pelo que necessitamos, para o eliminar, de uma mobilização de dimensão semelhante à do próprio fenómeno”.

Hoje, unimo-nos a milhões de pessoas e organizações civis e eclesiais para acabar com este crime. O tráfico de pessoas é verdadeiramente um dos modos de escravidão do século XXI, que afeta e diz respeito a todos: ninguém pode ficar indiferente.

Rede Mundial da Oração do Papa

Sugestões de sites a visitar:

www.preghieracontrotratta.org

www.talithakum.info

Crime vergonhoso e intolerável: apelo do Papa contra o tráfico de pessoas

Encorajo as pessoas que, de algum modo, ajudam os menores escravizados e abusados a se libertarem desta opressão. Auspicio aos que têm responsabilidade de governo que combatam com decisão esta chaga, dando voz aos nossos irmãos mais pequeninos, humilhados em sua dignidade. É preciso fazer todo esforço para debelar este crime vergonhoso e intolerável.”

Essa é a exortação do Papa no dia em que a Igreja reza e reflete sobre o tráfico de seres humanos, por ocasião da memória de Santa Josefina Bakhita, vítima do tráfico ainda quando criança.

“Esta jovem escravizada na África, explorada e humilhada não perdeu a esperança e levou adiante a fé e acabou por chegar como migrante na Europa. E ali sentiu o chamado do Senhor e se fez freira. Rezemos Santa Josefina por todos os migrantes, refugiados, explorados que sofrem tanto, tanto”, disse Francisco.

Na Audiência Geral, estava presente um grupo da Talitha Kum, a rede mundial de religiosas que combate este fenômeno. A coordenadora desta rede é a Ir. Gabriella Bottani, que adquiriu sua experiência neste campo sendo missionária no Brasil.

No país, o tráfico assume inúmeras conotações, sendo as mais conhecidas para exploração laboral e sexual. Mas não se engane: o tráfico pode estar por trás da servidão doméstica, ainda muito comum em alguns Estados brasileiros. Ouça acima um testemunho extraído do Livro “Tráfico de Mulheres na Amazônia”.

http://www.news.va/pt/news/crime-vergonhoso-e-intoleravel-apelo-do-papa-contr

Download doc